A antecipação da maioridade penal de 18 para16 anos precisa ser rediscutida

Adolescentes, roubam, sequestram, agridem e ainda debocham que nada vai acontecer porque o Estatuto da Criança e Adolescente os protege

Hélio Costa
Hélio Costa
Colunista do Jornal Notícias do Dia e apresentador do Jornal Meio Dia da RIC Record/ Florianópolis


Florianópolis

Assaltantes debochados
A onda de assaltos seguida de sequestro relâmpago, na Capital, já está extrapolando. Nos últimos dois meses ocorreram várias situações de mulheres chegando em casa de carro e sendo dominadas por adolescentes armados. Garotos de 16 e 17 anos, ameaçam vítimas, são abusados, debochados e dizem que nada acontecem porque são menores de idade.  No meio da semana, dois bandidos, um deles com 17 anos, levaram uma mulher até o caixa eletrônico, exigiram a senha e após sacar o dinheiro deixaram a vítima a pé fugindo com o carro dela. A antecipação da maioridade penal de 18 para 16 anos precisa ser rediscutida. O que não pode é deixar como está, principalmente na Grande Florianópolis, onde o São Lucas fecha uma porta e abre a da violência. Se as ocorrências de sequestros relâmpagos já estão neste ritmo, imaginem na temporada?  O governo precisa agir rápido e construir um local, que substitua o São Lucas, para adolescentes infratores cumprirem medidas socioeducativa.

Canivete
O estudante Jerônimo foi atacado por dois pivetes armados de canivetes na saída do colégio, no Centro da Capital. O garoto chegou esbaforido em casa e contou para o pai Fernando que os assaltantes exigiram o boné, o celular, o cartão do vale transporte e R$ 15. O pai compareceu à 1ª DP da Capital e registrou ocorrência, mas não acredita que os suspeitos sejam retirados de circulação. Apesar de a PM manter a ronda escolar, os assaltos continuam, mas em menor escala.

Salto alto
Até no trabalho Samara vive ameaçando a rival Suzi. Tudo por causa de homem. Ambas trabalham no Centro, uma pertinho da outra. Sexta-feira à tarde, Samara foi à banca de revista de dedo em riste na direção de Suzi ameaçando que vai subir o morro para dar uma surra na rival. Envergonhada diante dos clientes, Suzi saiu cabisbaixa direto para a polícia, onde denunciou Suzi por ameaça. Agressora e vítima devem ser intimadas em breve para explicar melhor a situação. 

Sem precedente
Assaltantes continuam agindo no Centro da Capital. A reclamação de hoje vem da servidora pública Rita de Cássia. Ela chegava em casa, por volta das 22h30, na rua Conselheiro Mafra, Centro,  quando foi surpreendida por uma suspeito empunhado uma pistola niquelada. Sem chances de defesa, a funcionário pública teve que entregar a bolsa contendo R$ 150, documentos pessoais e rezar para não ser atingida por um tiro, pois, segundo ela,  o assaltante aparentava estar drogado.  

Vento traiçoeiro
O vento sul foi traiçoeiro para dois fios desencapados que fumavam um beck no banco da pracinha da rua Maria Bernadete Will Vigarine, Forquilhinhas, em São José. Guiado pela maresia, o sargento, Roberto Carlos Coelho, localizou rapidinho Bruno e Edvaldo. Ao pressentir que iriam ser presos, o primeiro engoliu o baseado, mas não deu tempo de se desfazer do torrão de maconha pesando 160 gramas. Foram curtir o barato da maconha num xilindró cheio de mala ruim.
 
Gol recuperado
Policiais do serviço de inteligência do 7º BPM recuperam o Gol branco, placas AHN-2687 (São José) furtado no início do mês, no bairro Ponte do Imaruim, Palhoça. De acordo com o sargento Coelho, o carro estava abandonado nos fundos de um colégio, no ponto final do ônibus, no bairro José Nitro.  O dono do carro, Aurino, agradeceu aos PMs.  


Filha ingrata
O Tribunal de Justiça absolveu um pai acusado pela filha de estupro. A adolescente  apresentou diversas versões sobre a mesma história para, ao final de tantas contradições, fazer surgir uma grande suspeita: ela teria forjado a acusação ao pai para poder sair de casa, morar com os irmãos e visitar o namorado.

Frase:
“Ponto de drogas que funcionavam na frente de uma padaria no Kobrasol simplesmente sumiu depois que implantamos o sistema de videomonitoramento na região”, tenente-coronel PM Paulo Romualdo Weiss.

Publicado em 28/10/11-00:13

Matérias relacionadas