Google recorre para Youtube não sair do ar por conta de candidato de Balneário Camboriú

Piriquito, que concorre à prefeitura, entrou com processo contra o material do Jornal Diarinho

Diego Souza
Diego Souza


Florianópolis

O Google, proprietário do Youtube, recorreu por meio de um mandado de segurança da decisão da Juíza Alaíde Maria Nolli, da 56ª Zona Eleitoral, que determinava que a empresa deveria retirar do ar o vídeo com entrevistas dos candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú, publicado pelo Jornal Diarinho. Segundo a decisão, caso o vídeo não fosse retirado, o site deveria sair do ar por 24h e receber multa diária de R$ 20 mil (na primeira decisão, a multa era de R$ 1 mil).

Segundo o advogado do Google Brasil, Paulo Vinícius de Carvalho Soares, o vídeo não sairá do ar enquanto o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não se manifestar sobre este novo pedido. Paulo não quis comentar sobre os motivos da resistência em retirar o vídeo do ar.

Entenda o caso

O material é um programa de entrevistas com os candidatos a prefeitura de Balneário Camboriu, no qual o candidato do PMDB, Edson Renato Dias, conhecido como Piriquito, sentiu-se ofendido e entrou na justiça para que o jornal Diarinho retirasse o vídeo do ar. De acordo com decisão da Juíza Alaíde Maria Nolli, mesmo o Google não sendo parte do processo, a empresa pode responder pela demora em retirar a matéria do ar.

Segundo a sentença, foi o Ministério Público Eleitoral quem defendeu que a empresa Google cumprisse a determinação para que houvesse maior efetividade e rapidez no processo. Por isso, o advogado do jornal Diarinho, Fabio Raphael Fabeni, afirmou que cabe ao Google remover o arquivo.

Já o candidato, defendeu-se afirmando que a representação foi contra o jornal Diário do Litoral (Diarinho), e não contra o Google. A Juíza Alaíde Maria Nolli não quis comentar o caso.

Assista ao vídeo que na tarde desta sexta-feira já estava com aproximadamente 15 mil visualizações

 

Publicado em 24/08/12-13:25

Matérias relacionadas