Leilão tira 334 veículos do pátio da Sinasc, em Palhoça

Disputa lance por lance foi decidida na batida do martelo

Alessandra Oliveira
Alessandra Oliveira


Palhoça

Marcelo Bittencourt

 

Cerca de 120 pessoas participaram do leilão de automóveis e motocicletas usados nesta segunda-feira, em Palhoça. A venda dos veículos apreendidos em blitzes da Polícia Militar aconteceu no pátio da Sinasc (Sinalização e Conservação de Rodovias) localizada no bairro Jardim Eldorado.

Ao todo, 334 unidades foram disponibilizadas. Os lances iniciais de R$ 250 chegaram em alguns casos ao valor de R$ 17 mil. O negócio geralmente procurado por proprietários de oficinas mecânicas, onde as peças em bom estado são reutilizadas, foi também aproveitada por pessoas em busca de um veículo em condições de rodar, após receber alguns reparos, lógico.

Num lance livre - onde a oferta é feita quando não há comprador interessado no momento em que o produto é oferecido pelo leiloeiro - a cozinheira Olinda Souza Alves, 43 anos, adquiriu uma motocicleta Suzuki 2005. “Vou pagar R$ 1.300. Nessa compra economizei mais de R$ 1 mil”, comemora. A moradora de Florianópolis tomou conhecimento do leilão pela internet.  “Acredito que com R$ 500 ela ficará perfeita”, avalia.

De acordo com a supervisora da Sinasc, Aline Jahn, todos os veículos foram comercializados entre as 9h e às 15h30. Aline detalha que uma Combi, 2006, teve o lance inicial de R$ 10 mil e foi arrematada por R$ 17 mil. “Tivemos uma montada 2004, com o valor de mercado de R$ 23, que foi adquirida por R$15 mil”, detalha. Aline diz que os próximo leilão será no mês de julho e que a data será agendada pelo Detran (Departamento de Trânsito).

Publicado em 30/05/11-16:57


Matérias relacionadas