Previsão de ressaca continua para este final de semana no litoral de Santa Catarina

O impacto pode ser menor do que na ressaca passada, que aconteceu no dia 28 de maio

Emanuelle Gomes
Emanuelle Gomes
Jornalista (formada pela UEPG), repórter de Cidade do ND, apaixonada pela profissão


Florianópolis

Fernando Mendes/Arquivo/28.05.2011/ND
Última ressaca trouxe prejuízos a pescadores do Pântano do Sul, em Florianópolis

A previsão de ressaca para este fim de semana se mantém no litoral catarinense e a Epagri/Ciram alerta para a possibilidade de picos de ondas entre 2,5 e 3,5 metros de altura. Embora as condições indiquem que o vento pode não chegar com a mesma intensidade do último sábado, a meteorologista Marilene de Lima garante que precauções devem ser tomadas.

“Além de uma frente fria no Estado, uma massa de ar seco chega hoje e o vento sul pode deixar o mar alterado. Em áreas mais perigosas, recomendamos a retirada dos barcos para evitar danos”, comenta Marilene. Apesar da previsão, diversos pescadores ainda não haviam tirado suas embarcações do mar na tarde desta sexta-feira (3).

Nos Ingleses, vários barcos saíram para pesca da tainha, porém o resultado não foi o esperado. “Um bote pegou cerca de mil quilos e agora estão todos voltando. Durante toda a noite alguém vai ficar observando as condições do mar”, diz Jessé Nunes, um dos pescadores.

Já no Pântano do Sul, mesmo com o mar calmo, alguns barcos já se encontravam fora da faixa de areia. “Estamos nos preparando para guardar as embarcações”, comenta Maiko Teixeira, pescador do Pântano. Na Armação, Fernando Sabino, presidente da Associação de Pescadores, conta que a mobilização para retirada dos barcos começa neste sábado.

Publicado em 03/06/11-18:06

Matérias relacionadas