O que levar à praia em um dia de sol em Florianópolis

Protetor solar e guarda-sol são considerados indispensáveis para a maioria dos banhistas

Letícia Mathias
Letícia Mathias


Florianópolis

Marco Santiago/ND
Celeste e Mauro Valderrama, na Barra da Lagoa, pensaram no conforto da filha Nerea

 

Um dia de sol e céu azul pede praia. Há aqueles que não se contentam em passar algumas horas de frente para o mar e ficam o dia inteiro curtindo o ambiente. Para isso precisam se preparar e além da boa vontade os banhistas costumam levar guarda-sol, cadeiras, cangas, bebidas, comidas e uma infinidade de objetos na bolsa. A equipe do ND foi até a Barra da Lagoa para saber o que não pode faltar na bagagem.

Um item que está na lista de praticamente todos os banhistas, é o protetor solar. Para aguentar às vezes até 12 horas debaixo do sol, o protetor se torna indispensável. As mulheres geralmente levam bem mais coisas do que os homens. Quem tem filhos pequenos também precisa se preparar para qualquer imprevisto e garantir a diversão dos pequenos com brinquedos. A onda de “farofeiros” diminuiu. Os entrevistados disseram que iam comer em casa, fazer um lanche na praia e se precisassem almoçar optavam pelos restaurantes à beira da areia.

A mototaxista Venícia de Mello, 40, veio de Lages para trabalhar em uma clínica de estética na Capital durante a temporada e aproveitou o dia de folga para ia à praia. Além da cadeira e da tolha, ela trouxe uma bolsa com diversos produtos para a pele e cabelo. Venícia diz ser muito cuidadosa com o corpo, por isso geralmente traz cremes, água e um sanduíche leve, porém há três itens que são indispensáveis para ela: “Não pode faltar de jeito nenhum o bronzeador, o clareador de pelos (água oxigenada) e o borrifador”.

O borrifador é um dos itens mais curiosos da bolsa de Venícia. Assim que chega à praia, a mototaxista enche o recipiente com a água do mar e usa o borrifador para se refrescar. “Eu gosto mesmo de me bronzear, ver a paisagem e as pessoas. Não venho à praia para entrar no mar, por isso tive a ideia”, explica.

 

Marco Santiago/ND
Na bolsa de Venícia não não pode faltar água oxigenada e bronzeador

 

Homens são mais práticos

Em contrapartida à vaidade e, por vezes, exagero das mulheres, os homens são muito mais práticos. Se tiver cadeira e um isopor com bebida gelada, é suficiente. Os amigos que vieram do Mato Grosso do Sul não pensaram no peso e trabalho que daria trazer o isopor e a caixa térmica cheia de bebidas. Água, suco, refrigerante, cerveja e vinho, além de muito gelo, enchiam o isopor. As cadeiras foram alugadas e o guarda-sol veio de casa. “Guardamos dinheiro durante o ano para estar aqui aproveitando. As mulheres carregam mil coisas, mas para nós ter bebida e elas do lado já ta bom. Só precisamos trazer isso pra praia”, brincou Ediney de Oliveira, 32. 

O amigo de Oliveira, Reinaldo Goes, 39, concordou e disse que não se importa em carregar tudo para a beira do mar.“Geralmente chegamos antes das 7h e vamos embora só depois das 17h. Só de estar aqui já vale o preço. Descanso e dias tranquilos aqui é tudo que queremos”, afirmou Goes. A mulher de Goes, Giovani Centuriom Goes, 35, diz que dá trabalho sair de casa e preparar tudo, mas vale a pena pela família.

Praia com crianças

Quem tem bebê precisa de mais atenção na hora de ir para a praia. Os casal de argentinos Celeste Ramos, 29 e Mauro Valderrama, 33, estão hospedados próximo a praia e mesmo assim tem trabalho para levar tudo. Por causa da filha de 10 meses, Nerea Valderrama, eles levaram barraca, manta, guarda-sol, uma mini piscina, fraldas, água e chapéu. “É uma mudança cada vez que saímos, viemos a pé e tesmo que dar jeito de trazer tudo nas mãos”, disse Celeste.

Com a família de Marlos da Cruz, de Curitiba, também não é muito diferente. Ele conta que a prioridade são as coisas das crianças e as câmeras de vídeo e foto para registrarem todos os momentos das férias. Porém eles são práticos e carregam tudo em uma bolsa só, trazem só o necessário. “Vale a pena trazer algumas coisas para não ter que ficar saindo da praia e gastando desnecessariamente. Principalmente pelas crianças, precisamos trazer brinquedos, água e protetor”, afirmou.

Previsão do tempo para o final de semana

No fim de semana o calor deve continuar. Sexta-feira (20), a previsão é que o dia tenha períodos de céu claro a sol e poucas nuvens até o fim da tarde. A temperatura fica entre 26°C e 28°C nas praias de Florianópolis, a previsão para toda a cidade é de mínima entre 18ºC e 20ºC  e máxima de 28ºC e 30ºC.  Há chance de chuva e trovoada isolada no início da noite, as típicas pancadas de chuva do verão.

De acordo com os meteorologistas da Epagri/Ciram o tempo não deve mudar no final de semana, persiste o sol e as pancadas isoladas de chuva com trovoadas típicas de verão, na maioria das regiões.

Publicado em 20/01/12-10:00


Matérias relacionadas