Troca de tiros em assalto a lotérica na avenida Beira-mar Norte na Capital

Quatro homens teriam participado do assalto e reagiram a ação de policiais federais

Everton Palaoro
Everton Palaoro


Florianópolis

Rosane Lima/ND
Policiais fizeram perícia na lotérica na tarde desta sexta-feira

 

A Polícia Civil ainda não tem pistas sobre o paradeiro dos quatro assaltantes que trocaram tiros com policiais federais dentro do supermercado Angeloni, na avenida Beira-mar Norte. Os homens assaltaram a lotérica, que fica dentro do estabelecimento, por volta das 16h de ontem. O tiroteio provocou pânico nos clientes que estavam na praça de alimentação. Eles fugiram levando R$ 1.000.

A quadrilha chegou ao supermercado em duas motos. Uma delas, com placa de Florianópolis, foi furtada no começo do ano em São José. O veículo foi abandonado pelos suspeitos, que estavam armados com pistolas 9 milímetros e revolveres calibre 38. Após anunciarem o assalto, os quatro homens foram surpreendidos por dois agentes da Polícia Federal que estavam no estabelecimento. Houve troca de tiros.

Segundo o delegado Marcos Fraile, da DP de Roubos e Assaltos, um dos agentes federais informou ter revidado ao ataque. “Há suspeitas de que um assaltante foi baleado. Vamos ver se aparece alguém baleado nos hospitais”, relatou o delegado. O comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, coronel Araújo Gomes, diz que testemunhas afirmaram que o criminoso foi baleado. “Encontramos sangue na moto e no capacete”, explicou. O homem baleado fugiu em direção ao mangue da avenida Beira-mar Norte.Policiais militares fizeram rondas pela região, mas não localizaram os quatro assaltantes.

Técnicos do IGP (Instituto Geral de Perícias) recolheram 18 capsulas de munição no local do tiroteio. A lotérica fica em frente à praça de alimentação do supermercado. Nenhum cliente ficou ferido durante o assalto. 

Publicado em 23/02/12-19:25