Boletim virtual para os alunos da rede municipal de Joinville

Internet que ajuda os pais: site www.cidadedoslivros.com já está disponível na rede


Iran Correia/ND
Edson e Joelma acham importante monitorar o desempenho do filho João Vitor na escola

 


Começou a distribuição das senhas para que os pais de alunos da rede municipal possam acessar o boletim escolar pela internet. Com a nova ferramenta virtual, eles poderão acompanhar em um clique o desempenho das crianças, os avisos da escola, faltas, calendários de provas e atividades curriculares. A intenção da secretaria de Educação é facilitar o acesso dos pais ao universo escolar.

“O boletim on-line é mais uma medida para aproximar a família da escola. Vai permitir que os pais, principalmente aqueles que não têm muito tempo de frequentar a escola, possam acompanhar mais de perto o desempenho da criança. Todas as ocorrências, faltas e atividades serão atualizadas quase que diariamente”, explicou o secretário de Educação Marcos Fernandes.

Além de visualizar as informações sobre os filhos, os pais poderão interagir com a escola por e-mail. Fernandes ressaltou que o sistema está em fase de aperfeiçoamento e conforme surgirem as demandas. Para acessar o boletim online, os pais precisam entrar no site www.cidadedoslivros.com e fazer o cadastro com a senha que receberão com o boletim deste trimestre. Por causa da greve dos servidores, algumas escolas ainda não computaram as notas.

Força para os filhos

O monitoramento virtual não é novidade para o comprador Edson Leopoldo da Silva, 41. Ele já acompanha do trabalho o desempenho de um dos filhos, que estuda em uma escola particular. Mas estava animado com a possibilidade de fazer o mesmo com o filho João Vitor Maya da Silva, 9, que estuda no 4o ano da Escola Municipal Governador Heriberto Hülse.

“Depois que as notas estão impressas não temos muito o que fazer. Mas, com o monitoramento das notas ao longo do trimestre, podemos perceber onde ele pode melhorar. É um processo preventivo”, afirmou Silva.

Aluno exemplar, segundo a mãe, Joelma Silvana Maya da Silva, 35, o menino não tem problema em mostrar o boletim. “Minhas notas sempre foram legais. Nunca precisei esconder, então não tem problema eles verem na internet”, comentou João Vitor. 

Para Joelma, que é professora, esse acompanhamento pode servir como um motivador para as crianças e aproximar mais os pais da rotina da escola.

Publicado em 18/05/11-16:54

Matérias relacionadas