Ambulância dos bombeiros de Araquari é alvo de incêndio criminoso

Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso


A única ambulância dos Bombeiros Voluntários de Araquari que não estava no conserto foi incendiada na noite desta segunda-feira. Uma garrafa com gasolina foi encontrada embaixo do veículo, que estava estacionado no quartel. Além disso, os vidros da ambulância estavam quebrados, por isso, os bombeiros acreditam que o incêndio tenha sido criminoso.

Fabrício Porto/ND
Comandante dos bombeiros desconfia que ato possa ter sido uma retaliação



Como as outras duas ambulâncias dos bombeiros de Araquari já estavam no conserto, a corporação agora vai depender do apoio dos bombeiros de Joinville e São Francisco do Sul para atender ocorrências na região.

"Estávamos no quartel, por volta das 23h40, quando uma mulher que passava pela rua nos avisou que a ambulância estava pegando fogo", conta Rafael Bezerra.

Ainda não se sabe quem teria cometido o atentado. Mas, para o comandante da corporação, Cláudio Renato de Lima Penha, a única suspeita, no momento, diz respeito a um telefonema recebido nesta segunda-feira, no fim da tarde.

Ele conta que por volta das 17h30, os bombeiros receberam um chamado, mas disseram que não poderiam atender a ocorrência, já que a passagem de nível estava fechada pelo trem. O homem teria insistido, dizendo que era possível atender ao chamado. Foi então que os bombeiros mencionaram que estavam sem ambulância.

"Ele disse que a gente tinha sim uma ambulância estacionada em frente ao quartal, mas expliquei que ela estava com um problema na bateria, e que as outras duas estavam no conserto", relata Cláudio.

Segundo ele, o autor do telefonema teria então falado, em tom de ameaça, que se eles tinham uma ambulância que não servia para nada, melhor seria não ter nenhuma.

O delegado  Rodrigo Aquino Gomes já solicitou o registro dos chamados realizados nesta segunda-feira para dar início à investigação.

Publicado em 22/10/13-11:13