Duas tentativas de fuga e uma rebelião em pouco mais de 24 horas no sistema prisional do Estado

Cerca de 300 detentos se revoltaram em Blumenau, oito tentaram escapar em São Francisco do Sul e três em Florianópolis

Aldo Urban
Aldo Urban


Joinville

Rogério Souza Jr/ND
UPA de São Francisco: Oito detentos foram surpreendidos quando tentavam escalar muro

 

Em pouco mais de 24 horas foram  registradas duas tentativas de fuga e uma rebelião em três unidades prisionais catarinenses. Por volta das 3h20 de domingo (2) oito detentos tentaram escapar da UPA (Unidade Prisional Avançada) de São Francisco do Sul. Na madrugada desta segunda-feira (3), cerca de 300 detentos da ala de segurança máxima do Presídio Regional de Blumenau começaram uma revolta. Nesta segunda-feira de manhã três presos tentaram escapar da Ala de Segurança Máxima da Penitenciária Estadual de Florianópolis.

Na UPA de São Francisco do Sul, cinco agentes conseguiram evitar a fuga de oito presos. Eles foram surpreendidos quando escalavam as muralhas da unidade. Um dos presos foi alvejado por um tiro de bala de borracha. Os outros se renderam . O ferido foi medicado e passa bem.

Em Blumenau a rebelião, que foi controlada por volta das 10h30 desta segunda-feira, provocou grandes danos na unidade. Pelo menos cem colchões que estavam nas celas foram queimados. Paredes e grades foram quebradas, a fiação elétrica foi parcialmente destruída. Ficaram feridos 13 detentos, dos quais um em estado grave. Devido aos danos na unidade, cem dos detentos começaram a ser transferidos segunda-feira para os presídios de Tubarão, Curitibanos, Chapecó e Joinville.

Em Florianópolis, os três presos já haviam serrado três grades da janela da cela quando foram descobertos.

Publicado em 03/10/11-21:33