Polícia procura suspeito de matar homem a facadas e marteladas em Barra Velha

Polícia Civil divulga nome e imagem de homem que pode ter assassinado usuário de droga que era seu vizinho

Windson Prado
Windson Prado
Repórter do Jornal Notícias do Dia Joinville


Joinville

Divulgação Polícia Civil Barra Velha/ND
Procurado. Juliano Geraldido Rodrigues é suspeito de matar Rodrigo Tavares no domingo (8)

 

 

A Polícia Civil de Barra Velha já tem a identidade e procura pelo principal suspeito de um assassinato registrado no balneário. Rodrigo Tavares Fagundes, 28 anos, foi morto com cerca de 40 facadas e ainda recebeu golpes de martelo na cabeça. O crime aconteceu no dia 9 de abril. No dia 14  a delegada  que investiga o caso, Tânia Cristina Duarte Harada, divulgou o nome e a imagem do suspeito que é procurado pela polícia.

Para a investigação, Rodrigo pode ter sido morto pelo vizinho, Juliano Geraldino Rodrigues. “Depois do crime encontramos alguns pertences de Rodrigo na casa de Juliano. O passarinho e o cão da vítima estavam com ele. Juliano também tinha diversas marcas de ferimentos pelo corpo. As marcas seriam compatíveis com sinais de luta corporal”, declarou a delegada.

Num primeiro momento Juliano apresentou documentos falso os investigadores e disse à equipe da delegada Tania que os machucados seriam decorrentes de uma briga com sua companheira. “Tanto o depoimento dele, quanto da mulher foram contraditórios. Depois disso conseguimos identificar que Juliano estava com uma identidade falsa, e na verdade chama-se Juliano Geraldino Rodrigues. Ele é foragido da Penitenciária de São Pedro de Alcântara de onde estava preso por roubo, por isso pedimos a prisão preventiva dele”, explicou Tânia.

A Polícia Civil de Barra Velha voltou À casa de Juliano, com um mandado de prisão temporária,  mas nem ele, nem a companheira  estavam no local. “Fomos informados por outros vizinhos de que ele a mulher e filha pequena deixaram a casa às pressas, abandonando pertences pessoais. Por isso, estamos divulgando a imagem de Juliano e pedimos para quem tiver alguma informações sobre o paradeiro dele entre em contato com a polícia. Ele é perigoso e procurado pela Justiça”, completa a delegada Tânia Harada.

Denuncie

Disque denúncia da Polícia Civil: 181

Delegacia da Polícia Civil de Barra Velha: 47/3456-0190

Polícia Militar: 190

Publicado em 15/04/12-19:58